Martinica Mergulho

Nossos dias em Martinica:
Breves mas Excelentes

Escrito por Renato Matiolli

Infelizmente o Caribe tem uma temporada longa de furacões, o que significa que temos apenas 6 meses para curtir as ilhas por aqui, e por vezes temos que correr por alguns lugares. Martinica foi um desses casos, a gente queria ter podido ficar mais tempo para aproveitar.

P1200994_Fotor 2

Para começar, nossa chegada foi fantástica, conforme nos aproximamos de Martinica vimos um grupo de baleias-piloto nadando perto do nosso barco. Esses mamíferos são um pouco maiores que um golfinho, mas menores que uma baleia orca. Eram umas 8-10 baleias e chegaram bem pertinho, o suficiente para todos nós podermos admirar.

P1200950_Fotor  P1200946_Fotor

Chegamos em Saint-Anne, um lugar para ancorar com mais de uns 300 veleiros, e perto de lá tinha uma marina com uns 500 lugares. Sentimos que tínhamos chegado realmente num destino para velejadores.

P1200949_Fotor

As formalidades por aqui são incríveis, nada de burocracia! Você faz o processo de check-in e check-out num computador dentro de uma boulangerie. No final, o dono do estabelecimento simplesmente coloca uns carimbos na papelada que você mesmo imprimi e pronto! Você está livre para explorar a ilha. Lembrou bem o Brasil… só que não.

O lado bom e lado ruim desse lugar é que eles são Franceses, o que significa comida e bebida boa, e um sotaque legal, mas eles não gostam de falar inglês, o que por vezes torna a comunicação bem precária to tipo “the book is on the table” “me like you, you like me”.

P1200961_Fotor

As únicas duas coisas chatas de Martinica foram que nos despedimos da Jess, que conseguiu um trabalho muito bacana num mega yacht em St. Marteen, e tivemos que consertar nosso gerador. Dessa vez eu me superei, consegui diagnosticar o problema e resolver a máquina sem ter que contratar um professional. Uhuu! Acho que realmente estamos nos tornando marinheiros. Bom, e esperamos que a Jess goste do novo emprego e da nova tripulação, foi um prazer ter ela a bordo com a gente.

P1200952_Fotor  

Bom, a notícia boa foi que a Katarina continuará conosco por mais alguns dias, ela é super divertida e entre uma Banana Colada e outra decidiu dar uma tesouradas e estilizar o cabelo da Sarinha…

IMG_0053_Fotor

P1210032_FotorO ponto alto de Martinica foi o aniversário do Duda. A Sarah tentou uma nova receita e fez uma torta de limão deliciosa, enfiamos umas velinhas no merengue e cantamos parabéns, enquanto o Feijão ficou doido com todo mundo batendo palmas e quase derrubamos a torta. No final das contas foi um dia de sol maravilhoso.

Como presente de aniversário, ele pediu para que o levássemos ao lugar mais bonito que pudéssemos achar, e então seguimos para Anse Dufour e Anse Noire. Duas baías lindas, ótimas para mergulhar e fazer snorkeling. A água era muito cristalina e encontramos muitas tartarugas e milhares de peixe. Eu nunca havia visto tanto peixes juntos na minha vida. Fiquei só aguardando um tubarão aparecer ali para fazer a festa… mas por sorte não aconteceu.

 

 

Screen Shot 2016-01-30 at 8_Fotor 2

IMG_0033_Fotor  IMG_0038_Fotor  IMG_0026_Fotor

Screen Shot 2016-01-30 at 8_Fotor 6

Screen Shot 2016-01-30 at 8_Fotor 5

Agora é hora de seguir para nosso próximo destino, Dominica aqui vamos nós!

P1200967_Fotor

Sobre o autor

Renato Matiolli

Deixe um comentário