Colombia Dog lovers Mergulho

Providencia: a “Fernando de
Noronha” da Colômbia

Escrito por Renato Matiolli

IMG_0962_Fotor

Depois da Jamaica a gente estava precisando de um lugar lindo com gente bacana. Para nossa sorte Providencia era exatamente o que estávamos buscando. Os Colombianos são demais e a ilha linda por cima e por baixo d`água. Alugamos umas scooters para conhecer a ilha, fizemos snorkeling e mergulhamos nos corais, Feijão se aventurou sozinho em aulas de natação e por fim, comemos muita comida Colombiana!

DSC03386_Fotor

Foi uma viagem fácil entre a Jamaica e Colômbia. Tivemos que motorar para sair da Jamaica por quase metade do primeiro dia, mas depois conseguimos velejar praticamente o caminho todo.

P1270389_Fotor

Durante a travessia demos carona para um viajante nos nossos painéis solares por quase um dia inteiro. Para ser sincero o espertinho era bem amigável. O desajeitado do Feijão ficou todo curioso com o novo amigo mas teve mais medo dele do que vice versa. O único momento que ele chegou bem perto foi quando tentamos dar peixe para o viajante, como ele não quis comer o gordinho do Feijão não deixou batido e correu para pegar pra ele.

DSC03340_Fotor  P1270345_Fotor

P1270317_Fotor

DSC03323_Fotor

O turista aproveitou a viagem, dormiu, quando teve fome voou para pegar uns peixes e depois voltava para seu lugar cativo. Ele só nos deixou quando chegamos na Colômbia. Claro que deixou um pouco mais do que apenas pegadas pelo barco….

Mais uma vez na nossa chegada fomos recebidos por um grupo de golfinhos. Dessa vez haviam centenas deles e foram chegando bem pertinho do barco, nadando e saltando até chegarmos em Providencia.

Screen Shot 2016-05-23 at 3_Fotor

DSC03321_Fotor  DSC03306_Fotor

DSC03319_Fotor  DSC03302_Fotor

Eles não foram os únicos mamíferos que vimos nessa travessia. Um grupo de baleias estava seguindo a mesma rota que a gente. Elas viajam bem devagar e conseguimos vê-las ao longe de vez em quando.

P1270455_Fotor

Quando chegamos em Providencia nos demos conta de que velejar e ancorar pela ilha é bem burocrático. Decidimos deixar o Ipanema ancorado e fomos explorar de scooter. Foi demais! As coisas aqui são old school não tem para alugar e nem é obrigatório o uso de capacete.

Screen Shot 2016-06-01 at 12_Fotor

Existem umas poucas mas maravilhosas praias para conhecer em volta da ilha. Não conseguimos decidir qual foi a nossa preferida. Algumas tem mais vento e são perfeitas para kite, outras mais protegidas e ótimas para um almoço tranquilo e curtir o por do sol.

DSC03418_Fotor

DSC03450_Fotor

DSC03383_Fotor

Screen Shot 2016-06-01 at 1_Fotor

13275439_1044133065656662_1196057905_o

Como era difícil sair de barco, tivemos que explorar os spots de snorkeling e mergulho com o botinho. Sem problema! Achamos uns lugares incríveis. Eu nunca vi formações de corais desse jeito. Eles começam nas areias branquinhas e sobem uns 6-7 metros até quase tocarem a superfície. O que torna essas águas bem difíceis para navegar, mas perfeitas para snorkeling e mergulho.

Screen Shot 2016-06-01 at 12_Fotor  Screen Shot 2016-06-01 at 1_Fotor

Screen Shot 2016-06-01 at 1_Fotor

A coisa mais legal que aconteceu por aqui foi que o Feijão começou a nadar sozinho! Fomos fazer uma longa caminhada com ele e no final, como estava exausto e com calor, viu um barco ancorado perto da praia e decidiu que era o barco dele e simplesmente saiu nadando em direção de “casa”. Essa foi a primeira vez na vida que ele se aventurou no fundo sem a gente empurrar ele. Muito fofo.

Screen Shot 2016-06-26 at 10_Fotor 2  DSC03381_Fotor

Tivemos que nadar atrás dele para resgatá-lo. Mas o gordinho desastrado estava tão cansado que adotava qualquer barco que via na frente quando continuamos o nosso caminho de volta ao Ipanema.

DSC03363_Fotor

Bom, adoramos Providencia, mas temos que seguir viagem em direção ao Panamá para estarmos fora da região de furacões. Também não vemos a hora de chegar em San Blas. Essas ilhas são provavelmente um dos lugares mais lindos que já estivemos, mas também foi onde tudo começou a pouco menos de dois anos atrás. Em 2014 fomos visitar nossos amigos do BayDreamer enquanto eles velejavam por San Blas e foi quando decidimos que era isso que queríamos para nossas vidas. Pouco depois da viagem compramos nosso querido Ipanema, pedimos demissão de nossos empregos e seguimos nosso sonho!

vlcsnap-2014-08-10-21h07m03s199 copy_Fotor_Fotor_Collage

DSC03455_Fotor

Sobre o autor

Renato Matiolli

Deixe um comentário