Croácia Vida a bordo

A Saga da Churrasqueira

Escrito por Renato Matiolli

Hoje estamos todos acostumados com uma vida fácil, do gênero “plug & play”, não é? Por exemplo, a gente compra alguma coisa pela internet para o nosso drone, ela chega e cabe perfeito com ele e com a GoPro que é acoplada nele, que sincroniza com o iPhone e o Mac, que reconhece toda a tecnologia, e tudo funciona perfeitamente, certo?

Bom… a vida no barco não é nada assim. Nada!

As pessoas me perguntam o tempo todo: “O que você tanto faz no barco? Porque vocês não começaram a velejar ainda?!?”

Por enquanto, o que a gente mais faz no barco é concertar coisas! Também fazemos muito exercício para conseguir que alguma coisa que funcionaria facilmente numa casa, funcione de alguma forma e as vezes porcamente num barco.

A “Saga da Churrasqueira” é um bom exemplo para ilustrar um pouco a vida a bordo, por dois motivos: 1) a maioria das pessoas que eu conheço gostam de churrasqueira, então acho que vão conseguir relacionar com este exemplo, e 2) em teoria uma churrasqueira deveria ser algo simpl
es, você precisa de gás e da churrasqueira. Ponto. Nada de eletrônico, hidráulico, ou tecnologia. Então como qualquer brasileiro faria, eu decidi ter uma churrasqueira a bordo e comprei uma feita especialmente para barcos na internet (compra 1). Eu pensei que já  viria pronta para instalar e ser usada num barco, certo? Errado. DSC00157

Quando ela chegou veio sem a conexão para o gás e sem a estrutura para prender no barco. Então tive que sair a procura de uma estrutura que coubesse nela e na estrutura do meu barco, e de um
a conexão para o regulador de baixa pressão do gás (compras 2 e 3). Quando cheguei no barco, vi que a estrutura para a churrasqueira vinha sem os parafusos e porcas necessárias para monta-la, tive que voltar na loja (compra 4), e o regulador vinha sem a mangueira para conectar ele ao tanque de gás (compra 5). Quando consegui a mangueira, tive que fazer outra viagem até a loja, pois ela não vinha com o aparato de redução de pressão (compra 6). Quando consegui isso, percebi que também precisava de uma outra peça (regulador de alta pressão) para conectar à válvula de gás para poder ascender e apagar a churrasqueira (compra 7). Claro que todas essas coisas são mais difíceis num barco pois você não tem um carro para ir até a loja, o barco normalmente está numa baía ou marina numa vila pequena, e tudo o que você precisa está a quilômetros de distância na cidade grande mais próxima.

Agora já deu para ter uma idéia melhor porque tudo no barco é mais complexo e demorado?

 

Vida a bordo não é para todos, mas para alguns ela é perfeita!

Se quando você era criança você brincava com lego e adorava, ou quando cresceu decidiu fazer uma faculdade tipo engenharia e percebeu que jogou 5 anos da vida fora, bom, então nesse caso a vida a bordo pode muito bem ser perfeita para você, ou pelo menos garantir que você não desperdiçou aqueles anos todos estudando.

De vez em quando eu fico pensando qual era mesmo aquela formula que a gente usava naquela aula chata de Elétrica, Mec-Flu e Materiais, que eu achei que nunca usaria.

Você está sempre tentando achar uma solução para algo que na verdade deveria ser muito simples, mas que num barco acaba sendo complicada. Bom, pelo menos para mim essa é a sensação até agora.

Sobre o autor

Renato Matiolli