BVI Dog lovers Kite Mergulho Surfe

Expedição pelas BVIs continua: pulando de ilha em ilha com amigos queridos

Escrito por Renato Matiolli

Nossa ultima semana nas BVIs (Ilhas Virgens Britânicas) foi tão boa quanto a primeira. Continuamos velejando com a tripulação do Cascalho, fazendo altos mergulhos e para melhorar, surfamos ondas perfeitas sem ninguém por perto bem em frente da nossa ancoragem. Agora estamos pensando seriamente em voltar para passar mais uma temporada por aqui ano que vem, ainda mais se o Cascalho estiver na área.

O Luiz e a Mau (Mauriane) do Cascalho continuaram cuidando de nós e nos levando para conhecer tudo. A gente ficou impressionado com a energia desses dois e como são extremamente de bom coração.

P1250533_Fotor

Para mencionar apenas alguns lugares, essa semana eles nos levaram para: Monkey Point, Cane Gardens Bay, Apple Bay, Sopers Hole e Road Town, todos em Tortola; em Jost Van Dyke ancoramos em Sandy Spit, Great Harbor e White Bay; na Norman island visitamos o The Indians e The Caves, e finalmente na Peter Island passamos por Deadman’s Bay e Great Harbour.

photo_Fotor  P1250714_Fotor

P1250696_Fotor

P1250559_Fotor  P1250543_Fotor

Além disso tudo ainda conseguimos um tempinho para pegar um ferry e ir até St John que faz parte das Ilhas Virgens Americanas para passar o dia. Precisamos dar um pulo até lá para conseguir um carimbo nos nossos passaportes que nós dá entrada por várias vezes durante 90 dias em território americano. Como nosso próximo destino será Porto Rico, precisamos disso para poder velejar com o Ipanema até lá. E enquanto se está na América…. claro que nosso almocinho teve que ser um hot dog!

P1250523_Fotor

P1250502_Fotor  P1250509_Fotor

P1250503_Fotor  P1250506_Fotor

O Luiz e a Mau estão nessa vida ha mais de 3 anos e com isso manjam muito mais do que nós. Ficamos só observando e aprendendo um monte deles essa semana. Curtimos muito as BVIs mas também conseguimos arrumar várias coisas no barco… tudo graças ao bom coração, paciência e experiência dos dois. Para mencionar apenas algumas coisas, essa semana fizemos: instalação de um ventilador para o compressor de mergulho, concertamos o contador eletrônico da corrente da âncora, lubrificamos todas as descargas dos banheiros (para não serem tão barulhentas), melhoramos um pouco o sistema de furling da nossa genoa, ajustamos as molas de todas as escotilhas para que elas parem em pé quando abertas, e finalmente conseguimos concertar dois kites!

  12992063_10153392958830800_2119510924_o.png

Claro que não foi só trabalho, curtimos um monte com eles e até caímos na água algumas vezes para uns mergulhos de cilindro. Mergulhar por aqui é muito fácil e conveniente, as autoridades locais fornecem poitas sem custo em cima de todos os spots famosos, assim dá para você ir com o barco até o lugar, amarrar e cair do barco mesmo. Estamos ficando bem mal acostumados nesse sentido. Mas para ser sinceros, o melhor mergulho até agora, onde encontramos os golfinhos, foi num lugar que não está marcado em nenhum mapa.

P1250526_Fotor  Screen Shot 2016-04-07 at 10_Fotor

Screen Shot 2016-04-07 at 9_Fotor 4 copy

Screen Shot 2016-04-07 at 9_Fotor copy  Screen Shot 2016-04-07 at 9_Fotor 3 copy

Screen Shot 2016-04-07 at 9_Fotor 2 copy

Screen Shot 2016-04-07 at 10_Fotor copy 0  Screen Shot 2016-04-07 at 10_Fotor copy 2

Screen Shot 2016-04-06 at 11_Fotor copy 1

Screen Shot 2016-04-07 at 10_Fotor copy  P1240382_Fotor copy

Screen Shot 2016-04-06 at 11_Fotor copy

Depois de velejarmos de kite em Necker Island na semana passada, agora foi a vez de dar umas voltas em Jost Van Dyke numa ilhazinha chamada Sandy Spit. A Sarah se amarrou nesse lugar!

IMG_0743_Fotor

IMG_0757_Fotor  IMG_0715_Fotor

Eu ainda conseguir dar umas aulas para o Luiz, uma forma que arranjei de conseguir retribuir todos os favores que ele estava fazendo para nós. Todo mundo conseguiu aproveitar um pouco.

12980690_10153398152320800_1182534381_o_Fotor  12986344_10153398152350800_1665482398_o_Fotor

Para mim o ápice dessa semana foi o surfe! Depois do mergulho com os golfinhos, foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. Não estava a espera de nenhuma dessas duas coisas. Fomos dormir numa ancoragem super tranquila e acordamos na manhã seguinte com umas direitas perfeitas quebrando a poucos metros do barco sem ninguém na água! Melhor sensação da vida foi cair na água da traseira do nosso barco e ir remando até ao pico. Outra sensação boa foi mudar os planos do dia, o que teria sido um dia de faxina e lavanderia, virou um dia de surfe de ondas perfeitas. Irado!

P1250100 copy_Fotor

P1250107 copy_Fotor  P1250108 copy_Fotor

P1250109 copy_Fotor 3

P1240666 copy_Fotor  P1240606 copy_Fotor

O Feijão continua sendo o Feijão… simples assim. Essa coisinha só pensa em comer e dormir. O gordinho agora desenvolveu um apetite por lagosta. Esse tampinha está cada vez mais mimado e nós cada vez mais apaixonados por ele. Ele também anda bem mais protetor, cada vez que pulamos na água ele fica lá de cima do barco só de olho, e não tira a gente de vista até voltarmos. Ele deve ficar pensando… “Porque esse povo faz isso?! Pra que pular na água?!” O Feijão certamente não nasceu para nadar… mas a gente não desiste!

P1250576_Fotor  P1250709_Fotor

Screen Shot 2016-04-07 at 9_Fotor

P1250620_Fotor  P1250570_Fotor

IMG_8437_Fotor

P1250717_Fotor

A Mau foi mordida por um cachorro quando era pequena e desde então sempre teve um certo medo e receio de chegar muito perto. Foi o maior barato ir vendo o Feijão conquistando ela a cada dia, até ao ponto dela dar comida para ele na mão! Superação!

Amamos tanto as BVIs que estamos seriamente pensando em adiar a travessia para o Pacífico, assim depois de San Blas voltaríamos aqui para uma temporada inteira e curtir as ilhas. Mas se vamos acabar fazendo isso mesmo, só o tempo dirá… aproveitando, estamos repensando também onde iremos passar o segundo semestre desse ano, talvez vamos dividir o tempo entre San Blas e Bocas del Toro, pois temos ouvido dizer que o lugar tem uma vilazinha bacana, é ótimo para mergulhar, surfar, kite e tem praias maravilhosas para serem exploradas. Parece ótimo, vamos ver.

Certamente uma das melhores coisas dessa viagem pelo mundo tem sido fazer novos amigos pelo caminho e as coisas que aprendemos com eles. Mas por outro lado, uma das piores tem sido ter que nos despedir de cada um. Alguns já voltamos a reencontrar, como nossos queridos Portugas Paulo, Rosário, Alexandra e Pedro, os Brasileiros Duda, Diego, Laura e Katarina… mas alguns outros não voltamos a ver (pelo menos ainda), como os Italianos Fernando e Rosana, e o nosso “padrinho” Vicenzo. Sentimos falta deles. É possível ter quase certeza que iremos reencontrar a Mau e o Luiz no futuro, vamos ver… O importante é que independente do quão longe a gente esteja, eles fazem parte da nossa história e ajudaram a moldar o Ipanema. Iremos carregar um pouquinho deles para sempre e esperamos que tenhamos conseguido deixar um pouquinho de nós também. Que casal mais top!

P1250645_Fotor

E agora… infelizmente… chegou aquela hora da despedida, das BVIs e do Cascalho. Bora erguer as velas e seguir em frente em direção à Culebra em Porto Rico. Nos vemos na América pessoal.

IMG_0720_Fotor

Sobre o autor

Renato Matiolli

Deixe um comentário