Dog lovers Kite Mergulho Pessoas & Cultura Surfe Turks & Caicos Yoga

Turks and Caicos:
Melhor impossível

Escrito por Renato Matiolli

Os dias foram cheios nessa ultima semana em Providenciales, fizemos um monte de coisas. Para começar, conhecemos a “dupla dinâmica”: o Will e a Caroline, um casal super alto astral que trabalha num mega catamaran que estava ancorado ao nosso lado. Eles gostam das mesmas coisas que a gente então fizemos um monte junto, surfamos, fizemos kite, wakeboard e até uma aula de yoga. Depois recebemos meu pai e a esposa dele, e passamos um dia maravilhoso num resort lindo em Grace Bay. Também encontramos por coincidência com um velho amigo meu da época do MBA, o Ben Meyer, que estava com a esposa, a Pei. Com eles, nos juntamos ao Ian, que virou nosso anjo local, e fomos fazer kite em Long Bay. E para terminar a semana com chave de ouro, recebemos no barco a Myriam, uma amiga antiga da Sarah, e fomos todos fazer snorkeling com golfinhos. Que dias maravilhosos!

DSC02869_Fotor

Quando estávamos planejando a nossa rota pelo Caribe, sabíamos que a gente queria começar por Barbados e terminar em San Blas no Panamá. Essa foi a parte fácil, o difícil foi decidir qual rota deveríamos fazer pela região. Vimos que basicamente haviam duas opções: a rota pelo sul ou a rota pelo norte.

A rota pelo sul incluía ilhas como St. Vincent, Grenada, Grenadines, Los Roques, Aruba e Curação. A rota pelo norte incluía Barbuda, St. Barths, Anguilla, BVIs, Turks and Caicos, Bahamas e Cuba, entre outras. Principalmente por causa dessas ultimas três, optamos por fazer a rota pelo norte. E tomando Turks and Caicos como exemplo, acho que acertamos em cheio!

DSC02992_Fotor

DSC02948_Fotor  DSC02971_Fotor

Uma das razões porque gostamos tanto de Turks and Caicos, foi porque assim que chegamos em Providenciales conhecemos o Will e a Caroline. Esse casal é nota mil, ele Inglês e ela Sueca, e estão velejando pelo mundo cuidando de um catamarã incrível.

P1260734_Fotor  DSC02901_Fotor

Esses dois têm energia de sobra e estão sempre aprontando alguma. A gente gosta das mesmas coisas e logo no primeiro dia eles nos levaram para fazer wakeboard, que é o esporte favorito da Sarah.

DSC02886_Fotor  P1260640_Fotor

P1260446_Fotor

No próximo dia, o nosso novo amigo Ian, que mora na ilha, nos avisou que havia umas ondas quebrando bem na saída do canal de onde estávamos ancorados. O Will e eu não demoramos para ir lá de bote conferir, e o surfe estava épico. As ondas não estavam muito grandes, o vento terral, água cristalina, um coral lindo lá em baixo e só nós os dois na água.

IMG_0915_Fotor

IMG_0869_Fotor  IMG_0904_Fotor 2

IMG_0878_Fotor

Surfamos tanto que não conseguíamos nos mexer no dia seguinte. Por sorte a Caroline passou um tempão na Índia e se tornou uma ótima professora de Yoga, ela fez uma sessão de Yoga com a gente e ficamos super bem fisicamente. Claro que espiritualmente já estávamos ótimos depois de todo o surfe.

Screen Shot 2016-05-09 at 22_Fotor

Depois foi hora do meu pai e da mulher dele chegarem, essa é a segunda vez que eles vêm nos visitar. Fora o fato de terem trazido duas malas gigantes novamente, eles já parecem ser velhos marujos, já se sentem em casa no Ipanema, e nós ficamos sempre muito felizes quando eles estão a bordo. Meu pai é tipo o Feijão, não é assim muito fã do mar, mas faz o esforço para vir nos visitar e por isso somos muito agradecidos. Já a Annete é uma maruja de primeira e topa tudo o que a gente inventa fazer, sempre nos acompanhando pra cima e pra baixo.

13199332_10153445019520800_1642353071_o_Fotor

DSC02917_Fotor  DSC02968_Fotor

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 10

DSC03032_Fotor  DSC03012_Fotor

Para mimar eles um pouquinho, no primeiro dia fomos todos passar o dia num resort incrível! A Sarah tem um casal de amigos que morava aqui, o James e a Joana, mas que infelizmente se mudaram faz alguns meses, uma pena não termos encontrado os dois aqui em Provo, de qualquer forma, a Joana nos colocou em contato com a Monique, uma amiga dela que gere o Grace Bay Resorts. A Monique é uma fofa e nos convidou para um Day Use no hotel. Que dia! Ficamos hipnotizados na beira da piscina por tanta água doce e impressionados pela beleza do lugar. O resort é lindo, muito bem cuidado, a comida é deliciosa e serviço nota mil!

DSC02912_Fotor

DSC03022_Fotor  DSC03018_Fotor

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 15

DSC02997_Fotor  DSC03007_Fotor

Enquanto estávamos no resort um amigo meu dos tempos do MBA, Ben Meyer, descobriu pelo facebook que estávamos na ilha e me mandou uma mensagem. Que bela surpresa e coincidência! O Ben e sua mademoiselle, Pei, passaram alguns dias com a gente no barco. Foi demais.

P1260808_Fotor

P1260779_Fotor  P1260781_Fotor

O Ben está aprendendo a velejar de kite, e o Ian, mais uma vez, nos indicou o melhor lugar. Ele nos contou sobre Long Bay, que depois de ter ido lá conhecer, posso dizer que é o melhor spot para aprender kite que eu já vi na vida. O Ian nos levou de carro até lá e passamos o dia na praia e velejando. Minha divida com ele só cresce, vai só tomando nota pois ainda tem muito mais no próximo post! O auge do dia foi a Sarinha ter conseguido velejar de “toe side” pela primeira vez. Ela está mandando ver e ficando fera, tenho muito orgulho da minha pequena.

P1260695_Fotor

P1260709_Fotor  P1260693_Fotor

No dia seguinte o vento ainda estava soprando forte, então decidimos mudar o barco e ancoramos num canal entre o mangue e o Little Water Cay, que é outro lugar perfeito para kite, não havia mais ninguém, e ficamos lá velejando o dia inteiro entre as ilhazinhas enquanto o Feijão corria atrás de nós. É tão legar ver ele aproveitando a doidado correndo solto pelas águas rasinhas.

DSC03121_Fotor  DSC03141_Fotor

P1260749_Fotor  P1260765_Fotor

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 11

Feijão continua sendo o melhor presente que jamais ganhamos. Basta ficarmos um pouco mais depre e ele parece perceber e nos coloca dando risada no mesmo momento. Seja dando um lambidão clássico, ou decidindo nos trair por um barco mais classudo, ou saindo na caça de um siri e voltando com o nariz cheio de areia ou até mesmo tentando ser malandro e roubar um pedaço de manga da cozinha. Esse pilantra sempre nos diverte.

DSC03029_Fotor

  Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 08

Screen Shot 2016-05-10 at 5_Fotor

Nossa última hospede a chegar essa semana foi a Myriam, uma antiga amiga da Sarah, uma francesa que se tornou nova iorquina. Ela já esteve velejando pelo Mediterrâneo algumas vezes, então rapidamente se sentiu em casa no Ipanema. Ela é super tranquila e adoramos ter ela no barco. Já agora, se você curte ficar discutindo politica, é com ela mesmo. Ficamos horas discutindo a politica do Brasil, Americana e Francesa, que no momento são todos temas quentes.

Claro que não foi só isso que fizemos, também fomos velejar e saímos numa expedição para fazer snorkeling, e adivinha só o que encontramos nas águas rasas entre os corais e a praia? Golfinhos! Não perdemos tempo e caímos logo na água para brincar com eles. Eram quatro ao todo incluindo um bebe golfinho, a coisa mais fofa! Até o Feijão ficou curioso espiando tudo do bote. E adivinha quem ficou cheia de lágrimas nos olhos emocionada novamente?

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 02

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 04  Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 06

E agora chegou aquele momento que a gente menos gosta… hora de nos despedirmos das pessoas que dessa vez incluiu amigos e família. Pelo menos ficaremos mais uma semana por Turks and Caicos, já que temos mais gente legal chegando por aqui. Minha mãe está voltando para o Ipanema depois de apenas alguns meses, meu irmão, que depois de um ano finalmente está vindo nos visitar, e também a Bia, uma antiga amiga dos tempos de trabalho. Os três ficarão com a gente por duas semanas e velejarão daqui até as Bahamas, Cuba e Jamaica. Só lugares incríveis, não vemos a hora!

Screen Shot 2016-05-05 at 2_Fotor 07

Sobre o autor

Renato Matiolli

Deixe um comentário